Foto: Telecine Torrent

Ei! Tudo bem?

Assisti recentemente ao novo filme de Shyamalan e saí tão feliz e extasiada que decidi fazer uma postagem só sobre os motivos que poderiam levar uma pessoa à assistir e se sentir da mesma maneira que eu.
Sinopse: Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

O filme é um suspense que fala sobre um homem que possui 23 personalidades, o que é um fato real, já que Billy Milligan já foi diagnosticado com múltiplas personalidades, assim como Kevin, o personagem principal do longa. Kevin que é interpretado por James McAvoy, sequestra três meninas e as mantem em cativeiro. Durante o filme inteiro você sofre por angústia e tenta desvendar a cada segundo se teria uma 24º personalidade.

O longa relembra o passado dos dois personagens com mais importância, Kevin e Casey (uma das meninas sequestradas), e intercala com cenas do presente e cenas de Barry (uma das personalidades de Kevin) se encontrando com sua psicóloga. E é no meio de consultas, cativeiro e passado, que o filme fica cada vez mais emocionante e a cada segundo você fica com mais vontade de descobrir os mistérios da trama.

Eu saí da sessão tão chocada que não estava racionando direito o que estava falando. Agora, já tranquila e conseguindo entender o filme, vim mostrar pra vocês que a melhor coisa a se fazer é largar tudo e ir correndo até o cinema mais próximo de sua casa para poder assistir a essa nova obra - e que obra - de M. Night Shyamalan.

1. M. Night Shyamalan
Foto: We Are Movie Geeks

E nada melhor do que o primeiro motivo ser sobre esse diretor - maravilhoso - que até mesmo fez uma participação especial no filme digna de Stan Lee. 

Manoj Nelliattu Shyamalan ou M.Night Shyamalan é o diretor, produtor, escritor, autor, roteirista, enfim, ele é o cara que fez Fragmentado estar de pé nos cinemas. Literalmente, até porque foi ele que bancou do seu próprio bolso os custos para a produção do filme. 

Muitas pessoas podem não entender o fato dele ser o motivo para assistirmos a um filme, mas acho que é a mesma ideia que temos do Tim Burton. Assim como outros diretores, Shyamalan - apesar de alguns fracassos - tem a sua cara em seus filmes, e em Fragmentado já no trailer conseguimos ver que sua nova obra seria uma volta deslumbrante. E não é que foi? 

Shayamalan é o mesmo diretor de O Sexto Sentido, Sinais, Unbreakable, Depois da Terra, A Visita, e entre outros. Assim como em O Sexto Sentido (1999), Fragmentado também tem um plot twist (reviravolta inesperada na história) inacreditável que faz todos os fãs de suas obras surtarem. 

Se o fato de Shyamalan não te convencer a assistir ao filme, não sei mais o que faria.

2. James McAvoy
Foto: Visión del Cine

Talvez seja ele que vai fazer você correr até o cinema e assistir ao filme. 

James McAvoy, nosso novo Professor Xavier, é o ator principal de Fragmentado. Ele não carregou o filme nas costas, até porque foram diversos fatores que fizeram esse longa um filme tão bom. Porém, James McAvoy tem sim uma - grande - importância nessa história. 

Primeiramente, o que foi aquela atuação? Só de lembrar das cenas sem cortes em que só o seu rosto aparecia, meu corpo treme. Ele parecia diversas pessoas diferentes, e se não bastasse todas as personalidades de Kevin serem opostas, o próprio Kevin não parece ter uma ligação com nenhum deles. Bom, essa era a intenção, que no caso, deu muito certo. 

Minha cena favorita - sem dúvidas - é quando ele troca de personalidade drasticamente e a cena não é cortada. Você consegue ver a transformação de cada uma das personalidades em seu rosto. É tão incrível que eu quase berrei no final do filme: Deem um Oscar de melhor ator para esse cara!  

Dos filmes de 2017, pra mim, ele é o melhor ator até agora.

3. Hedwig
Foto: Magazine HD

Hedwig é uma das personalidades de Kevin. Pra mim, a melhor delas e a que provavelmente mais exigiu da atuação de James. Hedwig é uma criança de 9 anos que vive com duas outras personalidades, Dennis e Patricia. Hedwig costuma visitar as meninas na "prisão", mas é com Casey que ele tem uma ligação mais forte, até por ser ela que começa a acreditar no fato dele ser realmente uma criança. 

O que fez dele a minha personalidade favorita fora a atuação. Todas as cenas em que ele aparece são uma surpresa, e boa parte delas me veio a cabeça meu primo fazendo as mesmas coisas. Aquela inocência misturada com maliciosidade fez com que Hedwig fosse uma verdadeira criança. 

Um adulto atuando como criança não é fácil, mas mais difícil é conseguir o êxito nisso. Felizmente, foi mais do que um sucesso. 

4. Fotografia
Foto: Adoro Cinema

Mike Gioulakis foi o responsável pela fotografia, um dos tópicos principais para que esse filme tenha sido tão foda. Entretanto, o que seria a fotografia de um filme? Resumindo a ideia central do que poderia ser considerado como a fotografia de um filme, ela seria a tradução do sentimento da narrativa através das imagens. Como assim? Você em algum momento assistiu algum filme e sentiu algo a mais nele? No visual, ignorando o cenário e os figurinos. Se sim, você provavelmente foi atingido pelo diretor de fotografia. Um ótimo exemplo é Mad Max: Estrada da Fúria (2015), que até mesmo quem não gosta da história fica encantado pela fotografia do filme. Inclusive, o que foi aquele céu?!

Voltando a Fragmentado. Mike Gioulakis só foi contratado graças ao seu trabalho em Corrente do Mal (2014) e acabei ficando muito empolgada com o resultado final do filme.

O que mais me deixou maravilhada foi o fato da utilização de lentes com uma abertura maior. Você conseguia ver boa parte do cenário em uma só cena e isso não te atrapalha em nenhum segundo. Um exemplo é quando Barry está no consultório da Dr. Karen Fletcher e apesar do foco estar no personagem, você pode e consegue olhar tudo o que está em volta. E isso pra mim, é uma das partes mais incríveis que a fotografia do filme pode nos presentear. Outro exemplo são as cenas da Casey quando ela ainda era criança e está caçando com o pai e o tio na floresta. A imagem é tão boa que eu até fiquei mais empolgada com o filme a partir dali.

5. Edição
Foto: Adoro Cinema

E é exatamente por ser um filme - quase - sem cortes, que fez a edição ficar tão boa.

A edição do filme ficou por conta de Luke Franco Ciarrocchi, o mesmo de A Visita (2015), que também é do Shyamalan.

Em Fragmentado, as cenas são muito mais duradouras e com poucos cortes perceptíveis. A edição foi tão brilhante que ela acabou deixando o filme com muito mais aspecto e ar de suspense do que ele realmente poderia ter sido. Um exemplo é no final do filme quando vemos diversas transformações das personalidades de Kevin e a imagem fica parada na cara de James McAvoy dando cada vez mais enfoque nas ações do ator. Outro exemplo são as cenas sem falas, apenas com a cara do personagem na tela, elas me deixaram bem mais aflita.

Termino essa postagem com toda a empolgação que pude deixar e aconselho até os que tem medo desse estilo de filme à assistirem, afinal, é algo muito mais voltado pro lado psicológico da pessoa do que pro lado terror.

Espero que essa postagem tenha feito vocês se interessarem no filme, e aqueles que já queriam, espero que eu tenha dado mais motivo para assistir logo.

Quero deixar claro também que não tenho uma faculdade de Cinema na minha vida, logo, não sei 100% do assunto, então estou tentando dar o melhor que eu sei nessas publicações sobre filmes. Tudo o que eu escrevo aqui foram sobre assuntos que eu li, não tenho nenhum curso do gênero, infelizmente.

Obs.: (SPOILER ALERT) Assistam o filme Unbreakable antes de verem Fragmentado. Pra quem não sabe, o filme é quase uma continuação​ de Unbreakable - filme do mesmo diretor - que é de uma linhagem de filmes de heróis da sua própria autoria.


**Ah! O blog também está de cara nova, porém ainda está em processo de mudança. Aos poucos vocês vão achando interatividades novas :) Por isso peço calma, em breve ele estará completo!**



4 Comentários

  1. Aaaaaaaa eu to tão louca pra ver esse filme!!! (Podia ter me chamado inclusive) O meu primeiro motivo foi o James McAvoy, pq assim... ele meio q virou meu crush (um dos...) depois q eu assisti Desejo e Reparação, mas cara o filme fala sobre múltiplas personalidades, psicologia, então tipo, to muito animada pra assistir!!
    Ótimo post!!!! (Serião)
    E o blog ta lindo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amorzinho da minha vida, quero rever o filme, vamos?! Haha Não assisti Desejo e Reparação, mas ele virou meu crush em X-Men (serve?). Aposto que você vai amar o filme, é no estilo dos que a gente assiste em maratona.
      Muitooo obrigada, chuchu <3

      Excluir
    2. Nossa... assiste Desejo Reparação pra ontem!!! É maravilhoso e tem a Keira Knightley e a Saoirse Ronan ❤

      Excluir
    3. Oh Deus! Preciso ver, mesmo não sabendo sobre o que é. Keira Knightley <3

      Excluir