Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?
Nessa madrugada passei lendo um livro que eu estava muito ansiosa para conhecer melhor. Afinal, Abbi Glines é Abbi Glines.

O Último Adeus é um dos lançamentos de Julho da Editora Arqueiro, e como uma boa fã da Abbi, a primeira coisa que eu fiz foi tentar ler logo o livro.

Não me arrependi de não ter dormido, na verdade, fiquei muito feliz pela leitura, gostaria até mesmo que ela tivesse durando mais tempo. Então como uma boa amante aos livros da Abbi, cá estou eu iniciando mais uma resenha para vocês!

Sinopse: River Kipling, mais conhecido como Capitão, está em Rosemary Beach para montar um restaurante de luxo para seu patrão. Dono de um passado sórdido e de um presente misterioso, ele não vê a hora de concluir o trabalho e ir embora da cidade para realizar seu sonho: abrir um negócio próprio à beira-mar num lugar onde ninguém tenha ouvido falar dele. Mas, quando Capitão conhece Rose Henderson, sua ânsia de partir de repente fica em segundo plano. Há algo na risada dela que é familiar demais, e o modo como ela olha para ele o faz lembrar de alguém importante que perdeu há muito tempo. No entanto, a única coisa que Rose revela é que é uma mãe solteira que trabalha duro para sustentar a filha. Enquanto tenta desvendar os segredos da linda ruiva de óculos engraçadinhos e curvas estonteantes e entender por que ela mexe tanto com seus sentimentos, Capitão precisa fugir da marcação cerrada de Elle, a ex-namorada que não mede esforços para afastá-lo de Rose. Ao mesmo tempo, tem que encarar os fantasmas de seu passado para se tornar um homem melhor e construir um futuro do qual possa se orgulhar.

Foto: Cecília Justen

Páginas: 224 | Autor(a): Abbi Glines | Editora: Editora Arqueiro | Gênero: Romance

**Queria avisar que essa postagem pode conter informações importantes e, muitas pessoas podem achar que seja spoiler. São informações que aparecem logo de início na história, porém são tão necessárias que acabam mudando o rumo da obra. Seja muito bem-vindo a ler a resenha, mas que seja por sua conta e risco.**

Addy fora abandonada pela mãe em um estacionamento quando ainda era muito pequena, então sua vida era basicamente estar de casa em casa tentando encontrar um novo lar. Porém, a menina sempre tinha algum problema com a família que a queria adotar. Ou ela não se dava bem na escola ou a própria família praticava bullying com ela. Até que um dia Addy fora levada para a casa de River. Enquanto a única coisa que ela queria era uma família que a alimentasse, ela acabou ganhando mais do que isso, ela conheceu o menino que seria o amor de sua vida. 

A amizade dos dois acabou crescendo cada vez mais. River fazia de tudo para proteger Addy de sua mãe que estava com mais problemas psicológicos do que nunca. E a menina que sofria nas mãos da mãe que a adotou, fazia de tudo para continuar na casa só para que ela e River pudessem ficar juntos. 

Depois de serem pegos pela mãe dormindo juntos, Addy decide que o melhor a se fazer é ir embora, assim River não irá mais sofrer pelas mãos da mãe que tanto o maltratou. O único problema é que Addy descobre que está grávida e agora ela precisa fazer de tudo para sustentar e dar uma boa vida para sua filha.

"- Como você está se sentindo? - perguntou ele, me olhando de perto.
O sorriso no meu rosto deve ter dito a ele tudo que precisava saber.
- Perfeita." -Addy

O tempo passa e a única coisa que Franny, filha de Addy com River, quer é conhecer o pai. Assim então, Addy decide procurar por River por todos os lugares, até que finalmente o acha. Addy se muda para Rosemary Beach com sua filha e, além de pintar os cabelos, usar óculos, Addy agora se chama Rose Henderson. Tudo isso para que River não a reconheça. Seu plano é que enquanto ela trabalha no restaurante que ele está montando, ela deve descobrir se o pai da menina merece todo o amor que Franny pode dar. O único problema é que River não é mais o mesmo, agora ele se chama Capitão e por achar que sua Addy morreu, seu caminho acabou sendo alterado e ele guarda muito mais em seu passado do que alguém poderia imaginar.

De início Rose e Capitão não se dão bem, mas de alguma maneira, a conexão que Capitão sente pela ruiva é tão inexplicável que mesmo sem a conhecer, ele quer a ter por perto.

"Observá-la fez meu peito doer de um modo sem sentido. Como se... como eu sentisse saudades dela. Mas eu nem a conhecia." -Capitão

Quando ele finalmente descobre a verdade, ele precisa lutar muito contra si mesmo e todos os seus demônios internos para que se sinta merecedor do amor de Rose e, consequentemente, de Franny.

"Por mais que minha filha sonhasse em conhecer o pai, eu tinha que decidir se aquele homem era digno dela. Infelizmente, depois de duas semanas trabalhando para ele, descobri que ele não estava exatamente à altura dela." -Rose

Sendo bem sincera, o livro poderia ter uma temática péssima, o que não é o caso, mas só por ser a Abbi escrevendo, a gente já tem uma ideia de que vai ser pelo menos bom. Quando peguei para ler O Último Adeus, não tinha muitas expectativas em cima do livro, todavia, acabei adorando a história. 

Apesar de parecer, o livro não é tão clichê assim. Ele tem algumas peculiaridades que eu gostei bastante. Capitão, por exemplo, ele não é um babaca apesar de ter passado por muita coisa e levar uma imagem de bad boy, na verdade, ele só não é a pessoa mais simpática do mundo, mas isso não quer dizer que se você falar "Oi" ele vai sair andando como se não te conhecesse. E eu gostei muito - muito - disso. Ele não é o personagem babaca de histórias new adult. Rose, por outro lado, já é aquela típica mocinha, mas ela também não cai tanto no clichê. Ela é mãe solteira, é forte, faz tudo pela filha, porém, ainda tem sua essência de quem ela foi no passado, ou seja, ela ainda é uma menina tímida e delicada.

"Antes, aquela mesma voz tinha aliviado os meus medos, me protegido e me oferecido um porto seguro. Agora, tudo o que eu recebia eram palavras frias e esparsas. Eu continuava acreditando que a dor iria passar, algum dia. Mas não passava nunca." -Rose

O livro apesar de curto é cheio de informações para se absorver. Temos o passado dos dois principais, enquanto lemos sobre o presente; tem o suspense que é o que River fez e por qual motivo ele virou Capitão; tem o romance entre Rose e Capitão; tem muita coisa, mesmo. Mas a Abbi conseguiu novamente escrever de maneira delicada e simples, fazendo com que esse monte de informação se encaixasse para que tudo fosse compreendido da melhor maneira pelos leitores. 

"Não queria mais saber do meu passado, mas encarar o futuro não estava sendo fácil nem promissor. Talvez eu precisasse de um novo rumo." -Capitão

Acabou que eu achei as coisas correndo rápido demais. Quando eu percebi o livro já tinha acabado e não foi àquela sensação de "Está acabando, quero mais.", foi uma sensação de "Ainda falta muito, pera, acabou.". Eu senti que foi muito do nada. Entendo até que não tinha mais motivo para continuar, mas a história tem uma temática tão legal e tão bonita que eu achei que não foi muito aproveitada. Por exemplo, quando Rose descobre o passado de Capitão, a gente acha que vai rolar uma confusão que é digna de um livro sim, mas não rola. Isso foi o que mais me decepcionou. Abbi poderia ter aproveitado mais o que ela tinha. 

Mas falando sobre uma coisa que não me decepcionou, essa coisa foi à forma em que conhecemos o passado dos personagens. O livro é narrado em primeira pessoa, mas cada capítulo é narrado ou por Rose/Addy ou por Capitão. Dentro desses capítulos, boa parte deles nós temos os próprios personagens lembrando-se de alguns momentos que marcaram a vida deles. E como eu já falei diversas vezes aqui no blog, eu adoro quando temos uma volta no passado dos personagens. 

"Eu realmente nunca tinha visto um garoto que eu achasse bonito até aquele momento, e ele estava franzindo a testa para mim. Eu ainda nem tinha arrumado confusão nenhuma." -Addy (14 anos antes)

Eu me apaixonei pela questão dos nomes. De início, conhecemos Rose, mas Rose apesar de ter amadurecido, ainda é Addy e, quando Capitão descobre a verdadeira identidade da mulher que ele ama, nós voltamos a ler a história com Addy. Porém, o mais incrível é que depois que River vira Capitão, ele continua sendo Capitão. Em nenhum momento a Abbi tentou mudar o que ele virou só para virar o queridinho das leitoras. A verdade é que ele virou meu queridinho de qualquer maneira. Mas o que eu achei legal foi o Capitão ainda ter seu lado de River, mas agora ele não é mais totalmente River, ele é Capitão e nós temos que aceitar isso.

"Ao passo que eu havia mudado ao longo dos anos, me certificando de estar destruindo minhas emoções para acabar com a dor, Addy se manteve essencialmente a mesma. Ela ficou mais forte e aprendeu a sobreviver, mas isso apenas a tornou mais especial." -Capitão

Amo quando leio alguma coisa da Abbi porque o sexo não é o foco, ela preenche o livro com muitas outras coisas que não deixam a história pornográfica. Então entre os livros de new adult, ela é com certeza uma das minhas escritoras favoritas no gênero. Ela sabe muito bem o ponto certo de parar e de continuar com algum assunto. 

Abbi continua brilhante e escrevendo de maneira emocionante com um toque quente que só ela sabe fazer. O Último Adeus, graças a essa autora cheia de talentos, é uma história incrível que fala sobre amor e como ele pode mudar as coisas, como ele pode passar por cima de tudo e, como a gente trata ele em forma de aceitação ao próximo. Aconselho as pessoas a conhecerem a obra, principalmente por causa do tema e por causa de quem esteve escrevendo sobre. Falar sobre amor nunca é demais, especialmente quando é a Abbi fazendo isso. 

"- Espere aí... você ama a mamãe?
- Eu a amo desde que ela tinha 12 anos. Nunca deixei de amar."

Nota: 3/5 ♥ 

Compre O Último Adeus | Submarino | Saraiva 
Baixe um trecho de O Último Adeus | PDF


Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

24 Comentários

  1. Gostei muito da sua resenha, uma história de amor com muita emoção envolvida. Me pareceu também ter uma boa carga de sofrimento, desde a infância até a vida adulta. Só espero que o final seja compensador.
    www.danuzaeoslivros.blogspot.cem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Danuza!

      A história tem bastante emoção na questão do romance dos dois e nos problemas que eles tiveram em enfrentar na infância com a mãe. O final é bem bonito, mas como disse, achei muito rápido. Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Oii Cecília
    Nossa que livro é esse hein? Fiquei morta de vontade de ler. Gosto de mais de romances e de personagens que fogem aos esteriótipos. Nunca li nada da Abbi e posso com toda certeza começar com esse.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jessica!

      Ahh! Como não? Você precisa ler alguma coisa da Abbi, ela é incrível! A rainha do new adult haha "O Último Adeus", pra mim, não foi seu melhor livro, mas de qualquer maneira, é ótimo e eu super te indico para conhecer melhor a autora, caso você não queira começar pelo primeiro livro da série Rosemary Beach. Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  3. Eu sou fã da Abbi tb! e entendo quando a gente quer mais do livro, mas todos tem esse padrão de poucas páginas e um desenvolvimento sem enrolação alguma, são bem diretos!
    O último que li da série foi simples perfeição, espero chegar logo nesse pq tb amei!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Fico muito feliz em encontrar outra fã da autora. A Abbi costuma fazer isso, mas não da maneira que foi em "O Último Adeus", foi isso que me decepcionou. Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  4. Eu estou louca para ler esse livro, eu amo muito os livros da Abbi e estou ansiosa pra poder comprar esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      A Abbi é a rainha do new adult, né?! Compre assim que puder, você não irá se arrepender. Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  5. Eita Ce, pra quem é fã da Abbi dá 3 estrelas quer dizer que não foi aquela coisa né.
    Eu confesso que li muito pouco dela, porque a maioria faz parte
    daquelas série imensas, sem fim. Kkkkkk. Sou pouco adepta a isso.
    Eu também gosto do romance onde o sexo não é a parte principal. Claro que o sexo
    é normal, é um romance, mas tem livro que 60% ou mais é só sexo e isso
    me irrita muito, a maioria das vezes. Rs.

    Como sempre, ótima resenha e postagem

    Beijos!!!
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Anne!

      Quando eu vou dar uma nota, eu me baseio no que a obra foi, se ela conseguiu ser o que deveria ser, não em outros livros mesmo que seja do mesmo gênero. Costumo ignorar quem é o escritor também, já que eu sofro muita influência por isso haha Você pode ler aleatoriamente, os personagens até reaparecem em outras histórias, mas você não terá problemas com isso. Sexo boa parte do tempo irrita mesmo. Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  6. Oii, adorei a temática do livro..adoro reencontros, e amores do passado, senti que tem um toque clichê de fundo que é algo que eu amo... Estou ansiosa pois nunca li nada da autora, já ouvi dizer que ela consegue mesclar bem romantismo e sensualidade. Adorei sua resenha <3
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      A Abbi é bem assim mesmo, assim que você tiver oportunidade, conheça melhor a autora e suas obras, você não irá se arrepender. O livro tem um toque clichê, mas não é nada muito grande. Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  7. Olá, adorei a proposta desse livro, livros que falam de adoção e bullying sempre mexem muito comigo.Tenho dois livros da Abbi, mas ainda não li, achei bom esse aí pelo fato de não ser focado no sexo. Quero ler esse livro com certeza, obrigada pela dica, bjus e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Adoro quando a literatura pega temas tão importantes para falar. Você precisa ler alguma coisa da Abbi, não é só "O Último Adeus" que não tem o foco apenas no sexo. Fico muito feliz em saber. Nada :) Obrigada pela visita.

      Beijos e bom fim de semana!

      Excluir
  8. Olá, Cecilia, tudo bom? (:
    Gosto bastante da escrita da Abbi, já li uma trilogia dela e fiquei encantada. Já quero ler esse ai, gostei muito da personalidade dos protagonistas! Parabéns pela resenha, as fotos ficaram otimas!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: https://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Yasmim!

      A Abbi é incrível mesmo. Se você gostou dos outros livros, você vai - provavelmente - amar esse. Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  9. Eu estou encantada pela resenha e pela história! séerio! fiquei muito curiosa pra ler logo esse livro da Abbi, a história pode até ter seu clichê, mas parece ser bem mais envolvente por tomar um rumo de relação passado e presente, e assim como você eu gosto mt quando os livros trazem isso. parabéns pela resenha, adorei!

    http://blogviagensliterarias.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Suyanne!

      Fico muito feliz em saber que você se encantou. A história é bem envolvente com uma leitura muito fluída, você vai amar. Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  10. Tudo bem que não tinha como não dar spoiler, mas mesmo assim. Fiquei meio surpresa ao descobrir que a Rose é a garota do passado do capitão e mal posso esperar pra ler e saber mais sobre o passado, presente e futuro desse casal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Gabi!

      Vish! Então você vai ficar surpresa com muitas outras informações, te garanto que não contei nem metade dos segredos. O passado e o presente do Capitão é o que á, você vai amar! Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Ceci!
    Acho interessante você falar sobre esse livro porque solicitei o ebook e estou sem nenhuma expectativa. Primeiro porque não li os anteriores e estou com receio de pegar algum spoiler e segundo pelo drama da obra. Porém a autora me foi muito bem recomendada e espero ter uma boa experiência com ela e me envolver com esses personagens. Fiquei curiosa sobre o destino do casal e espero gostar.

    Beijinhos!
    Http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Camila!

      Acho que os spoilers que você vai pegar são bem previsíveis, então não afeta em nada. Ah! Os personagens dos outros livros não aparecem muito não, isso acontece só em Pegando Fogo, o último livro da série. A Abbi é uma excelente escritora do gênero.

      Beijos!

      Excluir
  12. Olá, adorei a resenha mas esse tipo de livro não desperta minha vontade de lê-lo.
    Beijos
    http://amorliterarioblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Fico feliz que você tenha gostado :) Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir