Foto: Editora Arqueiro

Ei! Tudo bem?
Por aqui está tudo ótimo, principalmente por essa resenha ser sobre uma obra da Abbi Glines!

O livro que eu com certeza não esperava chegou em ebook. Era o livro da Nan (vaca), o livro que eu achei que fosse falar mal o tempo todo, afinal, quem já leu algumas obras da autora, sabe como a Nan Dillon é a personagem mais mimada de toda Rosemary Beach. 

Posso ser sincera? Amei tanto a Nan, amei tanto sua personalidade que agora ela pode ser uma das minhas personagens favoritas de toda série. 

Sinopse: Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela – e já estão várias jogadas à sua frente.

Páginas: 224 | Autor(a): Abbi Glines | Editora: Editora Arqueiro | Gênero: Romance 

**Queria avisar que essa postagem pode conter informações importantes e, muitas pessoas podem achar que seja spoiler. São informações que aparecem logo de início na história, porém são tão necessárias que acabam mudando o rumo da obra. Seja muito bem-vindo a ler a resenha, mas que seja por sua conta e risco.**


Nan está em um relacionamento extremamente complicado com Major Colt. Bom, esse relacionamento não vira namoro por causa dele e, esse relacionamento só está complicado por causa dele. Major é o típico homem que não é de uma, ele é de todas, e é exatamente por isso que Nan está extremamente cansada da relação dos dois. Ela sabe que quando ele manda mensagem, é porque alguém o largou, ela sabe exatamente quando ele esteve com uma mulher. Ela não sabe como, mas ela simplesmente sabe e, apesar de ter lidado com essa questão muito bem, Nan precisa de um tempo. 

E é por isso que ela decide esfriar a cabeça em Las Vegas. Sua missão era simples: Aproveitar o máximo possível enquanto esquece Major de vez. Ela só não sabia que essa viagem renderia muito mais que uma superação de uma antiga relação, essa viagem renderia um novo amor. Enquanto Nan queria esquecer, ela acabou conhecendo Gannon, um homem que apesar dela não conhecer, ela consegue se encantar completamente por ele. O único problema é que no meio dessa nova relação, Major acaba se deparando com um sentimento novo pela mulher que até então ele não gostava tanto.

Infelizmente, Nan não sabe da verdadeira identidade dos dois. Depois de ter tido um relacionamento curto com um criminoso, Nan está sobre vigia e Major fora cotado para ficar de olho na mimada mais bad girl de Rosemary Beach. Por não conseguir um relacionamento sério com Nan e a mesma ter desistido, Cope, chefe de Major, decide assumir o lugar de Colt, e é por isso que ele vai até Las Vegas para poder se passar por Gannon e fazer com que Nan caia de amores por ele, assim, ele terá todas as informações necessárias. 

O que Major não esperava era se apaixonar por Nan, e o que Cope não esperava era que o amor que ele já sentia por Nan acabasse se aflorando. No meio de tantas mentiras, Nan não saberá mais o que é verdade.

"Todos os homens são mentirosos. Até os bonitinhos e de bom coração."
Não é novidade para ninguém que eu sou apaixonada na Abbi Glines, mas também não é novidade que eu não gosto da Nan. Para ser bem sincera, não sabia de alguém que amasse a personagem. Bom, agora eu sei, essa pessoa sou eu. Sim! Acabei de declarar meu amor pela Nan Dillon depois de tudo que ela fez para os personagens de Rosemary Beach. 

Confesso que comecei esse livro sem nenhuma expectativa, simplesmente porque se tratava de um livro sobre a Nan e, depois de todas as maldades que ela já fez, eu duvidava bastante da história dela. Entretanto, Abbi conseguiu me convencer, conseguiu responder todos os questionamentos que eu tinha em relação ao caráter de Nan.

"Eu queria ser a Harlow de alguém. Ou a Blair. Mas eu sempre seria a Nan. E ela não bastava. Nunca havia bastado, e definitivamente não ia mais tentar bastar."
Nan não é tão fútil assim, não é tão mimada, não é tão malvada, não é tão neurótica com alimentação, na verdade, Nan é humana. Não me xinguem, mas é isso que ela é pra mim. Depois de tudo que ela sofreu, de todos os amores não correspondidos, depois de ter sido largada pelos pais, Nan só tem ela mesma na vida e isso faz com que ela haja de uma maneira irracional. Não estou falando que concordo com as rebeldias que ela fez em outros livros, mas compreendo todas as suas ações e, sendo verdadeira, talvez eu tivesse agido como ela.

Mas a questão aqui não é falar sobre o que ela fez em outras obras de Abbi, a questão é falar sobre o que ela faz em Pegando Fogo. Nan está infeliz, triste e vê em uma viagem a solução de boa parte de seus problemas e, é assim que conhecemos melhor a personagem, seus medos, defeitos e, até mesmo, qualidades.

"Era a garota que todo mundo tinha deixado para trás. A que todo mundo odiava."
É muito engraçado eu estar resenhando um livro que dá a ideia de ter um triângulo amoroso, afinal, se tem uma coisa que eu não gosto, essa coisa é triângulo amoroso. Mas diferentemente do que parece, Pegando Fogo não é tão triângulo amoroso assim. Nós temos a visão de Nan, que não está confusa em relação a quem a mesma ama, nós temos a visão de Major que apesar de às vezes parecer apaixonado por Nan, não é algo que dê para acreditar fielmente, e, por fim, temos a visão de Gannon/Cope que passou um bom tempo observando Nan e continua se apaixonando cada vez mais. Então sendo bem sincera, não vi a presença de um triângulo amoroso, não sei se essa era a intenção de Abbi, mas as opiniões dos personagens eram tão óbvias que era difícil de acreditar em um sentimento confuso entre eles. 

Sou time Cope, podem me julgar o quanto quiserem, mas preciso deixar claro o quanto gostei dele desde o primeiro momento em que ele apareceu. Convenhamos também que Cope era perfeito para Nan, os dois surtados e extremamente explosivos tinham tudo para dar certo. Ok, Gannon era meio babaca e dominador, mas Cope não e, apesar de parecer a mesma pessoa, algumas diferenças estavam bem presentes. 

Não fui muito fã de Major, pra mim ele só era uma pessoa atrapalhando o caminho dos dois personagens que eu queria que ficassem juntos. A imagem que eu tinha dele era de um típico galinha que só queria ficar com Nan por causa do trabalho e por não querer passar uma imagem de perdedor, afinal, se ele não conquistasse Nan, ele seria visto como o cara que acabou falhando na missão porque não conseguiu conquistar a garota.
"A gentileza de Major estava me conquistando, embora eu soubesse que não passava de mais uma garota para ele." 
Lembro que falei na minha resenha de O Último Adeus que eu achei que o livro passava muito rápido. Falei que a sensação não era de "está acabando", mas sim de "falta muito... pera, acabou". O Último Adeus e Pegando Fogo possuem exatamente 224 páginas, juro para vocês, Pegando Fogo pareceu muito mais completo que O Último Adeus. A sensação era de "está acabando". Abbi tinha um bom tema e soube aproveitar o máximo dele. Enquanto o livro de Capitão a ideia era de algo curto, o livro de Nan passava a ideia de um livro maior, repleto de informações finalizadas. Conflitos acabados e aproveitados, diferentemente do livro de Capitão.

Falando em Capitão, ele aparece em alguns momentos no livro de Nan e eu não preciso nem falar a quão empolgada eu fiquei e o quanto eu amei isso. Amei o personagem em seu livro e reencontra-lo na medida certa foi um ponto que eu gostei muito apesar de não ser o foco. 

Chegando ao final da história, preciso constar que ele é bem previsível, mas ao mesmo tempo, não é nenhum pouco previsível a forma em que chegamos à parte final da história. Estejam preparados para ler de tudo nos capítulos finais, vocês não tem noção do que a Abbi pode fazer com algo que imaginamos. O previsível vai acontecer, mas como é que é a questão.

Sorri, ri, passei a amar Nan, torci por Gannon, gostei mais de sua versão como Cope, não fui fã de Major, quis mais da história, minha paixão por Abbi aumentou e agora eu só quero mais obras da autora para abater essa minha saudade literária que estou dos personagens de Rosemary Beach. Para quem não sabe, Pegando Fogo fora o último livro da série e, sendo sincera, Abbi fechou com chave de ouro.
"Amar e ser amado é uma necessidade humana básica. Antes dle, eu achava que minha vida era uma prova de que essa teoria não era verdadeira. Antes dele, eu era forte... ou era fraca? Não tenho mais certeza. As coisas que eu considerava verdadeiras hoje são motivo de questionamento. A única certeza que tenho é que, depois dele, nada mais foi igual."
Nota: 4/5 ♥ 

Compre Pegando Fogo | Amazon | Saraiva 
Baixe um trecho de Pegando Fogo | PDF


Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

28 Comentários

  1. Olá
    Nossa que livro mais tentador a ler haha
    A sinopse me chamou muita atenção e sua resenha está linda. Quero conhecer mais a respeito da Nan, saber o motivo de muitos não gostarem dela.
    Abraço
    Blog Folha de Pólen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Marcelo!

      Ele é sim! A Nan é malvada com alguns personagens da série, ela age muito por impulso, mas nada do que eu possa falar vai adiantar muito, a questão é ler haha Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  2. Ainda não conhecia esse livro, gostei muito da sua resenha, tô bem curiosa pra ler :D

    submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Monyque!

      Fico muito feliz em saber disso. Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  3. Oii Cecília tudo bem??
    Gostei bastante da resenha e fiquei com muita vontade de ler esse livro (e ser time Cope). Eu quero ler livros da Abbi Glines já no ano que vem porque estou louca para conhecer a escrita dela. Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jessica!

      Seja time Cope, o mundo precisa ser time Cope haha A Abbi é incrível para o gênero que ela escreve, nada muito surpreendente, mas o que precisa ser ela é. Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  4. Amiga admito que comecei e na metade parei! hahaha vou precisar voltar aqui quando acabas de ler a série!
    Eu comprei o livro pra pegar o autógrafo da Abbi, mas ainda vou começar o livro do Grant :D
    Mas pelo que eu li já fiquei mega curiosa! Tb sou do time das que detestam a Nan!! hahah

    Osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      É melhor mesmo, não quero ninguém pegando spoiler haha O Grant é maravilhoso, amo ele! Menina, eu também era assim antes de ler Pegando Fogo, depois da leitura você adora ela!

      Beijos!

      Excluir
  5. Ai, gente, que curiosa fiquei! Menina, é maravilhoso quando os autores conseguem esse feito, um personagem que odiamos tanto, passamos a amá-lo na mesma intensidade depois, esse é um poder incrível que os autores têm. Fique tentada a conhecer mais a história de Nan, coitada, tantas coisas acontecendo, o leitor fica aflito também.
    Beijoooos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Mirelle!

      Fico muito feliz em saber que te deixei curiosa. É sim, e Abbi conseguiu fazer isso muito bem :) Fica mesmo, isso deixa o livro mais emocionante. Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir
  6. Olá Cecília, eu estou louca para ler esse livro, e eu sou apaixonada pelos livros da abbi glines eu não tenho todos livros dela, mas os que eu tenho eu amei muito ler. Preciso ler pegando fogo eu não sei o que eu vou sentir lendo esse livro da Nan, pois em alguns momentos eu a odeio e em outros breves segundos eu compreendo as atitudes dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Lara!

      A Abbi é uma ótima escritora, se você já leu algo dela e amou, Pegando Fogo vai te fazer delirar. É assim mesmo, a gente ou ama ou odeia a Nan rsrs Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir
  7. Eita que título hein kkk! Tenho dois livros da autora e ainda não li, tou bem curiosa para saber como é a escrita dela, esse aí parece ótimo, parabéns pela resenha ficou demais! Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Se você gosta de New Adult, vai amar a Abbi, super indico a leitura. Pegando Fogo é ótimo mesmo! Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  8. Essa personagem é bem odiada, né?
    Eu não li nenhum livro da série. Acho que não vou ler,
    é muito extensa e parece (pelas resenhas que li), que é mais do mesmo.
    E eu duvido que ela não vá escrever mais livro pra essa série. Kkkkkkkkkkkk.
    Esse negócio de estender história não é comigo.

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Anne!

      Ela é sim, só fez maldades em outros livros haha Os livros são bem parecidos mesmo, por isso não li todos, mas o legal é que você pode ler qualquer um em qualquer ordem que não vai interferir em nada. Ela está publicando livros que são tipo um spin-off da série, não sei se ela voltaria, mas espero que sim.

      Beijos!

      Excluir
  9. Genteee, espers um pouco que eu vou pegar meu colete aqui... Muito tiro . Já to amando o livro so por aqui . Altos prints pra procurar depois. 💕 parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Bruna!

      Muitos tiros mesmo, literalmente (ops...) haha Fico muito feliz em saber disso. Obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  10. Oii, acho essa capa maravilhosa, e só ouço elogios a essa autora . Ainda não li nada dela (desculpa rs') mais essa série parece ter tudo que aprecio, ser cativante, eletrizante .Espero poder ler em breve, ai te chamo pra conversar tá!!
    mil beijos , adorei a resenha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Essa capa é puro poder, assim como a autora. A série é exatamente assim, não precisa nem se desculpar, é só ler haha Me chama sim, vou amar conversar com você sobre :) Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Ceci!
    Eu li O Último Adeus esses dias e fiquei apaixonada pelo capitão mesmo nunca tendo lido nada da autora. Agora fiquei chocada em saber que não só o Major como Cope também vai fazer parte dessa história da Nan. Fiquei curiosa para saber se ela era realmente assim tão vaca e o que aconteceu para ela tomar un choque de realidade e ficar boazinha. A escrita da Abbi é muito boa e transcorre naturalmente. Adorei sua resenha!


    Beijinhos!
    Camila
    Http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Camila!

      O Capitão é maravilhoso, ele aparece em Pegando Fogo pra gente matar a saudade dele. Vão sim, eles é que vivem todo esse relacionamento confuso haha Ela era muito vaca, mas na verdade, não existe um choque de realidade, você só vê a história por outro ângulo. A Abbi arrasa! Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  12. Olá, tudo bem?
    Adorei sua opinião sobre os aspectos do livro, você foi super sincera e não deixou nada de fora.
    Eu nunca li nada da autora mas sua resenha me deixou curiosa para conhecer.

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Aline!

      Fico muito feliz em saber disso :) Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir
  13. Oi Cecília! Que que isso, não curto muito o gênero, mas você deapertou o meu interesse pra essa série D: Me diga uma coisa, é uma série imensa, precisa ler todos e na ordem pra entender? Rs. Arrasou na resenha :* //Abdução Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Gisele!

      Nossa, que alegria ler isso! É uma série imensa sim, mas você pode ler aleatoriamente, não vai ficar com spoiler pesado. Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  14. Oi, tudo bem ?

    Amei está resenha, pois sou muito fã da Abbi Glines e amo muito os livros dela, com sua escrita fluida. Pena que ainda não comprei este livro, porém estou louca para ler ele logo, afinal é de uma vilã que te causa um misto de emoção, uma hora vc torce para que ela mude e na outra está odiando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Então você vai amar Pegando Fogo, é uma das melhores obras da autora. Exatamente! Dessa vez, por mais incrível que pareça, a gente ama mais a Nan do que odeia haha Obrigada pela visita :)

      Beijos!

      Excluir