Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?
Por aqui está tudo ótimo! Mês passado teve bienal e com ela veio vários projetos incríveis para o blog, espero ansiosamente para contar mais detalhes a vocês. 

Entretanto, hoje é dia de falar sobre outra coisa. Voltamos com Romance de Época e, finalmente, o blog está com uma postagem sobre um livro da rainha Julia Quinn. Em Agosto tivemos um lançamento lindo, lançamento do primeiro livro de Agentes da Coroa. Inclusive, o segundo livro foi lançado dia primeiro de Setembro. 

Terminei o livro e fiquei tão apaixonada que só pensava em falar sobre a história com todos. Julia me surpreendeu novamente e eu acabei gostando mais da escrita da autora. Só me restava então, inaugurar uma série de resenhas sobre as obras de Quinn. Começamos com Como Agarrar uma Herdeira, um livro que te fará rir em todos os momentos. 

Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.

Foto: Cecília Justen

Páginas: 304 | Autor(a): Julia Quinn | Editora: Editora Arqueiro | Gênero: Romance de Época

Caroline Trent é dona de uma herança que é digna de respeito, tendo em mente que seu pai era apenas um comerciante. Por isso não é nenhuma novidade que seu tutor faz de tudo para que ele consiga botar suas mãos nesse dinheiro. Quando digo tudo, falo sobre tudo mesmo. Oliver Prewitt é tão ganancioso que obrigou o filho, Percy, a se casar com sua tutelada. Entretanto, a última coisa que os dois querem é se casar, então em mais um ato de violência, Oliver obrigada Percy a tentar engravidar Caroline, ao contrário, ele mesmo fará isso. 

E é em uma quarta-feira que Oliver libera todos os seus criados para que seu filho possa estuprar Caroline e ninguém ouça seus berros. O que Percy não esperava era que a moça fosse atirar nele até que o mesmo não pudesse fazer nada. Entrando em um acordo então, Caroline pega seus poucos pertences e foge de sua "casa".

Do lado de fora, Blake Ravenscroft está prestes a capturar Carlotta De Leon que supostamente estaria saindo da casa de Oliver, seu comparsa em crimes, o único problema é que ele ainda não conhecia o rosto da espanhola. Sendo aquela sua última missão como um Agente da Coroa, Blake decidiu dar tudo de si para finalmente se ver livre do Departamento de Guerra. 

E é assim que Caroline é sequestrada. 

"Caroline ergueu os olhos e, se já não estivesse muda, teria perdido a voz. Seu sequestrador parecera arrojado e perigoso no escuro, mas de dia era capaz de fazer Adônis se sentir envergonhado." 

Sem saber que estava com a garota errada, Blake não é nenhum cavaleiro com a suposta Carlotta, afinal, a mesma está passando informações importantes ao governo francês. E diante de toda aquela situação, Caroline não parece com tanta vontade assim de contar a verdade, já que é melhor ficar na casa de um Agente da Coroa do que na rua tendo risco de ser violada a qualquer momento. Ela só precisava manter essa farsa por seis semanas, depois disso, ela poderia receber sua herança e viver feliz. Blake, por outro lado, só precisava de informações. O que nenhum dos dois precisava, era se apaixonar.

"Caroline era esperta. Era inteligente. E era atraente demais. E Blake a queria bem longe de Seacrest Manor. Já tentara se envolver profundamente com outra mulher antes. E isso quase o destruíra."

Estava muito feliz e ansiosa para finalmente publicar uma resenha de um Romance de Época da Julia Quinn. Foi com ela que meu amor pelo gênero surgiu e é com ela que ele não irá se apagar. Para mim, ela é a melhor escritora do estilo e eu não consigo me desapontar. Até mesmo quando as obras não saem as melhores possíveis ela consegue escrever de um jeito tão magnífico que as histórias acabam não decepcionando. 

Foi mais ou menos esse o caso de Como Agarrar uma Herdeira. Já vou logo avisando que, pra mim, esse livro não foi o melhor livro da escritora, mas isso não quer dizer que tenha sido ruim, ao contrário, eu estou completamente apaixonada pela história! 

Como Agarrar uma Herdeira me surpreendeu demais, não queria parar um segundo de ler. Comecei a leitura na semana da Bienal e, se eu não estava no evento, eu com certeza estava lendo o lançamento de Agosto da Editora Arqueiro.

"Sentia algo que estava perto daquele homem — uma sensação cálida, boa e generosa, e se perdesse isso, sabia que nunca se perdoaria."

No início, eu achei que a história fosse passar rápido demais, mas eu estava completamente enganada. Esse pensamento surgiu porque logo no início Blake descobre quem Carlotta realmente é, ele descobre que pegou a garota errada. E por esse não ser um livro tão pequeno, eu achei que Julia fosse enrolar o resto do livro, afinal, agora o maior mistério já tinha sido revelado. Entretanto, Quinn contou o que tinha que ser contado na hora certa, se ela tivesse demorado mais um pouco para mostrar que Caroline era Carlotta, o livro não teria sido tão bom, afinal, é a partir do momento em que o segredo é revelado, que o casal começa a se conhecer de verdade e é aí que os dois começam a se apaixonar.

"pro.ce.dên.ci:a (substantivo). Origem, proveniência.
Não posso alegar conhecer ou compreender a procedência do amor romântico, mas estou certa de que é algo que precisa não ser compreendido, mas apenas apreciado e venerado.
- Do dicionário pessoal de Caroline Trent."

O livro é extremamente engraçado, por causa de Caroline que fala completamente sem filtro. Por ter tido tutores extremamente peculiares, seu linguajar é engraçado e ela faz as primeiras coisas que passam por sua cabeça. Ela consegue fugir de assuntos como ninguém e tem um dom maravilhoso de seguir ideias completamente diferentes do tema anterior sem ao menos perceber. Todo esse gênio forte acaba despertando um lado mais grosseiro de Blake. Eu esperava, de verdade, ficar revoltada com o modo em que ele se estressava, mas por incrível que pareça, não fiquei. Até porque Caroline me estressou em certos momentos e eu mesma tive vontade de estrangular ela. E outro ponto que não me fez odiar Blake, foi que ele não queria muito assunto com ela, exatamente por não querer se apaixonar novamente e acabar perdendo alguém que ele tanto ama. 

Caroline é engraçada e completamente diferente das outras personagens que Julia já escreveu. No início do livro, antes de começar a história, Quinn deixa uma carta para os leitores. Ela escreve que estava perdendo quem a personagem principal era e que ela não conseguia conhecer sobre quem estava escrevendo, mas acabou encontrando uma solução, um dicionário de palavras. E é assim que nós, leitores, acabamos conhecendo Caroline também. Todo início de capítulo recebemos uma palavra, seu significado e uma frase para explicar o porquê de Caroline ter usado daquela maneira. Conhecemos o dicionário de palavras pessoais da personagem, logo, conhecemos a personagem.

Blake é aquele crush literário que eu faço fácil. Não teve um momento que eu não entendi o modo dele agir, ele não é grosso, mas também não é um príncipe. Ele é o que há no meio entre os extremos. Infelizmente, Blake demora muito tempo para entender que está amando Caroline, isso tudo acontece porque ele estava prestes a casar com sua companheira de trabalho, entretanto, esse casamento foi impedido pela morte da amada, que acabou falecendo em uma das missões que foi no lugar de Blake. Então além de Blake ser um cara sério, visivelmente triste, "sem sentimentos", ele ainda se culpa pela morte da pessoa que ele mais amou. Logo, para ele, é muito complicado se entregar em um novo relacionamento.

Obviamente, por conhecermos o lado de um Agente da Coroa, temos a presença de cenas perigosas que vai te deixar ansioso para o desenrolar. E o que eu mais gostei disso tudo é que normalmente os escritores que não são do gênero suspense, romance policial, terror e afins, eles não conseguem descrever por tanto tempo e fazer cenas tão boas de ação, mas eu simplesmente amei todas as vezes que Julia decidiu botar uma pitada de ação nos confrontos. Essas cenas não eram vagas e simples, eram surpreendentes e repletas de informações.

"Caroline estava muito acostumada ao seu defeito de, com frequência, falar sem pensar, mas naquele dia parecia que ela tinha elevado o vício ao nível do absurdo. Além disso, perdera completamente o apetite, sempre tão saudável. Sem contar que passava o tempo todo sorrindo como a maior das tolas."

Não é novidade que fiquei encantada com Como Agarrar uma Herdeira, mas agora espero ansiosamente para ter Como se Casar com um Marquês, afinal, é a história de James Siddons, melhor amigo de Blake, que inclusive, enquanto lia o livro um da série, fiquei completamente encantada por ele. Superou meu amor pelo Blake.

"Toda aquela maldita situação parecia provar a existência de um poder superior — cujo único propósito era deixar Blake completa e irrevogavelmente insano."

Amei como foi construída a relação dos dois principais. Foi algo verdadeiro e palpável, coisa que eu não consigo ver muito em algumas obras do gênero. No início não existia amor, depois veio amizade e aí sim eles começaram a sentir algo mais forte. Foi muito bonito ver como foi crescendo cada sentimento. Foi visível, de verdade. Eu senti assim como cada um deles e isso fez com que o livro arrasasse o meu coraçãozinho apaixonado. Os sentimentos foram surgindo e você lia exatamente o motivo para aquilo, não foi algo inexplicável, as coisas iam acontecendo e no final, era amor.

Encantador, surpreendente, engraçado e que vai render diversos suspiros ao longo da leitura, o primeiro livro de Agentes da Coroa foi feito para nos ansiarmos por cada vez mais Julia Quinn em nossas vidas apaixonada por Romance de Época. 

"Nunca poderia tê-la, nunca poderia ama-la de todos os modos como ela merecia ser amada, mas era egoísta demais para deixá-la ir. Só por aquele instante, ele poderia — e iria — fingir que pertencia a ela, e que ela pertencia a ele, e que o coração dele estava inteiro."

Nota: 5/5 ♥
Costumam me perguntar bastante como eu faço para dar minhas notas. Bom, eu normalmente não comparo um livro com o outro, independentemente de ser do mesmo gênero, história parecida ou mesmo autor. Eu dou 1 ponto se o livro me deixar com vontade de ler até mesmo quando eu não tenho tempo, isso junta com emoção e empolgação; e os outros 4 são pontos que o autor conquista. Dou mais quatro se o escritor conseguiu falar tudo sobre o que ele tinha que falar e se atingiu o máximo possível.

Compre Como Agarrar uma Herdeira | Amazon | Saraiva
Baixe um trecho de Como Agarrar uma Herdeira | PDF


Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

26 Comentários

  1. Oii Cecília. Mais uma resenha sambando na cara da sociedade. Eu amei a resenha. Ficou de mais, e me deu vontade de ler o livro de novo. Caroline é uma das melhores personagens dos livros de romance. Achei genial a construção dela assim como do Blake. O dicionario pessoal foi uma tacada de mestre.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jessica!

      Caroline é um amor só e, acho que a junção dela com o Blake foi perfeita! O dicionário é uma das melhores partes. Fico muito feliz em saber que você gostou da resenha, muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Julia Quinn é genial né?! Sua resenha está excelente! Até aqui eu queria conhecer esse livro por ser da julia, mas agora eu DESEJO esse livro pq sei que vou gargalhar e me apaixonar!!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Julia é um amor só e tudo o que ela quer ela consegue transmitir em suas obras. Ahh! Fico muito feliz em ler isso, de verdade :) Espero que você se apaixone então! Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  3. Olá, preciso comprar o box da Julinha, não tenho nada dela ainda. Sua resenha só me deixou com o gostinho de " compra logo" kkk. Mas só comprarei ano que vem.Caprichou na resenha e nos quotes, parabéns! Bjocas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Um box da Julia é um sonho para qualquer um! Estou adorando saber disso, fico muito feliz em saber que a minha resenha te empolgou. Compre sim e se apaixone também. Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  4. Olá!

    Eu sempre tive muita vontade de ler a Júlia, mas não conseguia nunca. Depois dessa sua resenha preciso ler rapidamente ler. A resenha está impecável! Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Mari!

      Dê uma chance assim que possível, você não irá se arrepender! Muitíssimo obrigada, você não abe o quão feliz fico em ler isso!

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi, Cecília!

    Eu amo muito seu blog e sou apaixonada pelas tuas resenhas, eu vejo muito falar da Julia Quinn, pois ela "explodiu" com seus livros mas nunca havia me interessado. Aí vem você e faz uma resenha dessas! Estou apaixonada sem ler hahaha Além de que adorei encontrar uma personagem com meu nome :D Parece realmente um livro bastante gostosinho de ler, e já vou pôr na minha lista <3 Parabéns pelo post!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Carol!

      Ah, você é um amor! Fico muito feliz em ler essas coisas, esse tipo de comentário me incentiva muito :) A Julia é um amor só, você vai amar suas obras. Olha que incrível, você pode ler se imaginando no lugar da personagem haha É um livro super leve, bem gostosinho. Muito obrigada, linda :*

      Beijos!

      Excluir
  6. Que resenha maravilhosa!! Estou a tempo querendo ler esse livro, a Julia sempre me encanta, acho fantástico os dramas que ela cria, eles são envolventes, duros e apaixonantes, é uma mistura de sentimentos, como os que senti lendo sua resenha. Ela está linda super detalhada, e me deixou ainda mais curiosa para fazer essa leitura.
    As fotos tbm estão lindas!! Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Se você gosta da Julia, você vai amar esse livro! Ahh, que amor você! Fico muito feliz em ler isso, me incentiva muito a continuar :) Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  7. Olá, tudo bem?
    TODO mundo está comentando sobre esse book, no Instagram só dá ele. Eu não leio muito romances, mas minha mãe já está louca por esse da Julia Quinn, que é uma das autoras favoritas dela. Gostei MUITO da resenha, parabéns.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Exatamente, esse livro está arrasando por onde passa! Sua mãe vai amar então, Julia continua sendo Julia Rainha Quinn nesta obra :) Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  8. Oie
    Já li muitas resenhas sobre esse livro, e a cada uma minha vontade de lê-lo aumenta. E essa não fica para trás, aumentando minha vontade. Muitos recomendam e a história parece realmente ser muito boa.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Marcelo!

      "Como Agarrar uma Herdeira" é uma obra cheia de emoções incríveis que vão te fazer delirar. Se você gosta de sentir muito em livros, você precisa ler Julia Quinn :) Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  9. Olá, tudo bom? Nunca li nada da autora, mas ouço falar muito bem dela, e atualmente muito bem desse livro.
    Tenho um livro dela na estante e pretendo ler em breve.
    Adorei a sua resenha.

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Aline!

      Não perca tempo, pega o seu livro e tenta ler o mais rápido possível, você não irá se arrepender :) Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  10. Olá, eu estou lendo esse livro agora e eu estou amando o livro. E a sua resenha só me deixou ainda mais curiosa para terminar a leitura logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Lara!

      Ahh, adoro encontrar leitores de Julia Quinn :) Fico feliz em saber disso!

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Ceci!!
    Eu sou apaixonada pela escrita da Júlia Quinn e amei conhecer Caroline e Blake. No entanto preciso dizer que o segundo livro dessa duologia é ainda melhor e me proporcionou boas risadas e momentos emocionantes! Espero que goste! Eu amo as mocinhas dá Júlia porque são sempre cheias de personalidade!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Camila!

      Eles são uns amores, faço de suas palavras as minhas. Concordo com a questão do segundo livro, pra mim, na verdade, foi mil vezes melhor haha As mocinhas da Julia arrasam!

      Beijos!

      Excluir
  12. Oi, tudo bem ?

    Julia Quinn é uma diva e escreve muito bem romances de época, ainda não li este livro mas ouvi falar muito bem dele...então este post para mim, foi uma grata surpresa. Muito bom poder conhecer seu ponto de vista e saber um pouco mais sobre a proposta do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      A Julia é incrível e se você gosta de um romance de época, você precisa ler alguma obra da autora. Fico muito feliz em ler isso e em compartilhar minhas experiências com vocês :)

      Beijos!

      Excluir
  13. oi, amei a resenha! Como não amar Julia Quinn? Ela é simplesmente maravilhosa, estou numa luta para ter todos os livros dela rs. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Miri!

      Muito obrigada! Realmente, ela é incrível! Te entendo completamente haha

      Beijos!

      Excluir