10 Livros para Presentear nesse Natal

18 de dez de 2017
Foto: Tumblr

Ei! Tudo bem?

Está chegando - finalmente! - a melhor época do ano! Ah o Natal, todo aquele aspecto mais mágico, mais feliz, onde tudo está mais leve (principalmente porque estou de férias) sempre me encantou muito, então era óbvio que eu iria aparecer por aqui para fazer uma postagem especial para vocês!

Esse ano, como havia comentado com vocês, fiquei muito enrolada com o planejamento do blog, mas já estou com o Planner de 2018 e prometo que o mês de Dezembro do ano que vem será incrível e cheio de amor natalino. Eu fiquei tão enrolada que achei que não fosse nem comentar com vocês sobre Natal, mas minha cidade (Romance de Época pura) decidiu fazer um tal de "Natal Iluminado", por onde eu ando eu me sinto dentro de um filme americano natalino! Inclusive, está tendo concurso de casa mais enfeitada, pode isso gente?! Então foi com esse clima da minha cidade que eu decidi vir aqui, mesmo que seja rapidinho. 

Faltando exatamente uma semana para o Natal, sei que muitas pessoas ainda não compraram seu presente e sei que muitas ainda nem sabem o que irão receber, então decidi fazer uma lista de livros maravilhosos para vocês terem uma ideia do que dar para alguém especial ou para você compartilhar essa postagem com aquela pessoa que você quer muito receber um livro de Natal!


Foto: Tumblr

Confesso que foi bem complicado escolher os 10 livros para fazer essa postagem, porque todas as obras me pareciam ideais para presentear alguém. Então decidi dividir em duas partes, 5 livros natalinos e 5 livros que receberam a pontuação 5/5 aqui no blog e possuem resenha, assim vocês podem ter uma ideia melhor e receber mais dicas!

Livros Natalinos

Como o Grinch Roubou o Natal 
Autor(a): Dr. Seuss
Páginas: 63
Editora: Companhia Das Letrinhas
Gênero: Infantil
Compre Como o Grinch Roubou o Natal  | Amazon | Saraiva

Sinopse: Nervoso e emburrado, esse monstrinho não quer deixar as festas de fim de ano acontecerem. O Grinch odiava o Natal! A véspera e toda aquela função! Por favor, não pergunte por quê. Ninguém sabe a razão. Talvez porque ele tivesse um parafuso a menos. Talvez, quem sabe, seus sapatos fossem muito pequenos. Mas eu acho que o motivo mais correto é que ele não tinha o coração do tamanho certo. Mas, qualquer que fosse a razão, os sapatos ou o coração, ele ficava na noite natalina odiando a Quem-fusão, olhando de sua caverna, com uma careta grinchenta e azeda, lá embaixo, na aldeia, as janelas acesas, pois ele sabia que cada Quem daquele povinho estava ocupado, pendurando enfeites de azevinho.




Mesmo sendo um livro infantil, era meio óbvio que eu fosse aparecer com esse livro aqui. Quem já assistiu ao filme sabe muito do que eu estou escrevendo quando escrevo que essa é uma das melhores histórias natalinas já feitas e, particularmente, é a melhor história de Dr. Seuss.

Dr. Seuss é conhecido por seus livros infantis que são extremamente encantadores, dentre eles nós temos Horton Choca um Ovo, Lorax, Como Grinch Roubou o Natal e O Gato da Cartola (meu segundo favorito, diga-se de passagem).

E é por isso que eu super indico essa obra para vocês. O mais legal de tudo é que se vocês tiverem a oportunidade de comprar em uma língua que vocês gostariam de aprender ou seu alguém especial, é que como é um livro infantil, a leitura é muito fácil e super tranquila.

O Natal de Poirot
Autor(a): Agatha Christie
Páginas: 256
Editora: Nova Fronteira
Gênero: Romance Policial
Compre O Natal de Poirot  | Submarino | Saraiva

Sinopse: Simeon, o patriarca dos Lee, resolve convidar todos os filhos para comemorar o Natal na luxuosa mansão da família. É hora de eles deixarem os ressentimentos de lado e visitarem o velho pai. Mas aparentemente as intenções de Simeon não são nobres. Ele quer se divertir às custas do ganancioso grupo de familiares. Tudo começa com algumas alterações em seu testamento... e termina com um assassinato, em um quarto trancado por dentro. Quando Hercule Poirot oferece ajuda para solucionar o caso, encontra uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas.






Nada melhor do que um romance policial no Natal, não é mesmo?! Afinal, quem disse que o dia mais encantado do ano não poderia ter um pouco de suspense incrível que só Agatha Christie faria?

Esse livro já rendeu tantos elogios que às vezes eu me pergunto o motivo de não ter lido ainda. Isso quer dizer que sim, se você quiser me presentear com a obra eu iria adorar!

A história promete, como sempre, divertir o leitor e testar todas as linhas de Sherlock Holmes! Para um fã da escritora e do personagem (Poirot), eu super aconselho a obra (mesmo não tendo lido), e para você que não sabe nem quem é Agatha Christie, é para você mesmo que essa obra é ideal!

Mistério de Natal
Autor(a): Jostein Gaarder
Páginas: 256
Editora: Cia Das Letras
Gênero: Romance
Compre Mistério de Natal  | Livraria Cultura | Saraiva

Sinopse: Durante os 24 dias anteriores à noite de Natal, o menino Joaquim acompanha um grupo de peregrinos que voltam no tempo para chegar a Belém, onde vão homenagear um recém-nascido. Uma fábula sobre a tolerância, na qual o autor traça um roteiro histórico do cristianismo.









Confesso para vocês que leria esse livro só por causa do autor. A sinopse não me agrada tanto, mas Jostein Gaarder com certeza. Já li três livros do escritor e sou completamente apaixonada em todos, eles são: O Mundo de Sofia, Através do Espelho e O Dia do Curinga.

Não saberia direito o que esperar desse livro, mas tendo em mente as leituras antigas que eu já fiz do autor, imagino que seja um livro extremamente filosófico que vai te deixar pensativo do início da obra até o resto de sua vida. A leitura, provavelmente, será marcante e inesquecível.

Conto de Natal de Auggie Wren
Autor(a): Paul Auster
Páginas: 48
Editora: Cia Das Letras
Compre Conto de Natal de Auggie Wren  | Americanas | Saraiva

Sinopse: Um escritor recebe do jornal The New York Times a encomenda de um conto para ser publicado na manhã de Natal. Ele decide aceitar, mas tem um problema: como escrever um conto de Natal que não seja sentimental? Resolve se abrir com o amigo que trabalha na tabacaria do bairro, um personagem pitoresco chamado Auggie Wren, que promete resolver seu problema: em troca de um almoço, vai lhe contar a melhor história de Natal que já ouviu. E é uma história nada convencional a que ele conta, envolvendo uma carteira perdida, uma mulher cega e uma ceia de Natal. Tudo é virado de ponta cabeça. O que é roubar? O que é dar? O que é uma mentira? O que é a verdade?





Montando o planejamento do blog para 2018, acabei me deparando com essa obra e quando decidi fazer essa postagem de indicações, na mesma hora eu pensei no livro de Auster.

Não faz muito tempo que conheci a obra e hoje já posso dizer que sou louca para ler, parece ser tão magnífico. Já li várias pessoas falando que ele conseguiu fazer uma história que não fora sentimental, o que é muito legal, afinal, quem disse que o Natal precisa desse clima mais melancólico?!

A história parece completamente divertida mais com um quê de verdade por de trás, espero ler em breve e me apaixonar mais do que já estou me apaixonando sem ao menos ler.

Papai Noel: Uma Biografia
Autor(a): Gerry Bowler
Páginas: 256
Editora: Planeta
Compre Papai Noel: Uma Biografia | Saraiva | Livraria da Folha

Sinopse: Uma biografia reveladora sobre o personagem fictício mais influente e popular em todo mundo, desde sua origem obscura como descendente de são Nicolau até sua fascinante transformação na figura alegre que conhecemos hoje. Bowler demole os mitos que cercam o Papai Noel e a Coca-Cola, e nos revela o que ele tinha a dizer quando foi contratado como garoto-propaganda por fabricantes de armas e por companhias de seguro. Este livro, que é o registro definitivo da vida do velhinho presenteador, nos conta muitas coisas sobre a história da infância e da educação dada pelos pais, sobre o embate entre o comercial e sobre o sagrado poder da memória e da magia.





Como seria ler sobre a história do Papai Noel? Se você quiser descobrir, esse é o livro perfeito para você!

Não é a minha obra favorita dessa lista natalina, mas com certeza é uma história que em algum momento poderia ser lida para entrar bem nesse mundo natalino, então indico para todos.

Livros 5/5 resenhados no blog em 2017
Essa lista está na ordem de favoritos, o último livro citado é meu livro favorito do ano. 

Anna e o Beijo Francês
Autor(a): Stephanie Perkins
Páginas: 381
Gênero: Romance
Editora: Novo Conceito
Compre Anna e o Beijo Francês | Saraiva | Amazon

Sinopse: Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris. Porém, seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, sua fiel melhor amiga e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito, que além de muitas qualidades, tem uma namorada. Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?




Meu primeiro livro 5/5 de 2017 daqui do blog! Anna e o Beijo Francês tem alguma coisa, talvez seja a doçura dessa história, mas uma coisa eu tenho certeza: Eu amo tanto esse livro!

O que falar sobre esse livro de Stephanie? Mais do que uma capa bonitinha? Com certeza. Todavia, mais do que uma história de amor, ele é, na verdade, um dos melhores guias de Paris. Não é muita novidade para alguns leitores que eu sou apaixonada na França e que eu sempre quis viver lá, então já é meio óbvio as minhas reações enquanto lia o livro.

Anna ou Banana Elefante, é uma das principais mais apaixonantes que eu já "conheci". Ela não é aquela menina chata, ela não tem um esteriótipo de personagem principal, ela é completamente diferente do que eu estou acostumada nessas literaturas juvenis.

Stephanie tem uma escrita de dar inveja e, apesar de não saber pronunciar metade das palavras em francês que ela escreveu, ela pesquisou tanto que você se sente em Paris enquanto lê. São os pontos turísticos, os fatos históricos, um conjunto de fatores que fizeram com que esse livro ficasse tão apaixonante e emocionante.

Anna e o Beijo Francês me fez amar mais ainda a França, mesmo eu achando isso impossível. Ah! Essa história também tem o meu crush do ano, então se você quer se apaixonar muito corre para ler logo o livro e, se eu não te convenci, tem resenha aqui no blog!

Leia a resenha de Anna e o Beijo Francês

Nossa Música
Autor(a): Dani Atkins
Páginas: 368
Gênero: Romance
Editora: Editora Arqueiro
Compre Nossa Música | Travessa | Amazon

Sinopse: Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.





Quase que eu não coloco esse livro aqui, tudo por causa daquele final que acabou comigo, mas se a gente ignorar ele posso dizer com toda a certeza como essa história é emocionante. Chorei muito, fiquei entupida, mas terminei a leitura como outra pessoa, por isso indico como presente para Natal, pela renovação e todos os ensinamentos da história!

Então enquanto lia, senti todas as emoções possíveis. Conhecer cada história da vida dos personagens é uma experiência incrível, entender como eles ficaram tão maduros foi o alvo do livro. Ver Ally no passado, uma adolescente que se sentia extremamente deslocada com um namorado, David, que era rico, e agora, no tempo em que a história se passa, ela tem um filho lindo de 7 anos que só faz a obra parecer mais cativante, é uma emoção só.

Os acontecimentos foram se passando diante dos meus olhos e a única coisa que eu mais tive vontade de fazer era arranjar um jeito de mudar o caminho em que as coisas estavam andando. Meu coração chegou a ficar na mão em tantos momentos que é mais fácil contar quantas vezes isso não aconteceu.

Nossa Música trata de vida, de perdas, de questionamentos, de certezas e, principalmente, de amadurecimento de tal maneira que todas as pessoas deveriam parar um pouquinho para ler. Parar um pouquinho para questionar a própria vida e ama-la intensamente depois de ler uma história que é lindamente triste que vai te deixar com dor no peito quando chegar ao ponto final e entender que aquele, infelizmente, é o fim.

Leia a resenha de Nossa Música

O Voo da Vespa
Autor(a): Ken Follett
Páginas: 416
Gênero: Romance Histórico
Editora: Editora Arqueiro
Compre O Voo da Vespa | Saraiva | Amazon

Sinopse: Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante. Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão. Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém. Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos. Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra – e da história.

Eu não deveria ter conhecido esse livro, mas conheci graças a minha parceria com a Editora Arqueiro. Apesar de ser apaixonada pelo autor, não estava muito convencida da história e sabe quando você finalmente tem o livro em mãos, mas você tem muita preguiça de pegar para ler? Então, eu estava completamente assim, mas quando decidir realizar a ação não consegui parar mais e amei cada palavra que saia da história! E é por isso que O Voo da Vespa está aqui nessa lista.

Quando li que a história seria sobre Segunda Guerra Mundial, apesar de amar essa temática nas histórias, já imaginei algo mais dramático, uma história pesada que me fizesse chorar. Todavia, já vou adiantando que nada disso aconteceu. Colocar aqui sobre a escrita de Follett é quase desnecessário, afinal, para quem conhece suas obras, sabe que ele é maravilhoso em todos os aspectos. Ele não é o tipo de autor que conta os mínimos detalhes, mas sabe muito bem ambientar um cenário para sua história. Ele não é o escritor que vai falar sobre um romance entre personagens sendo que está longe de ser seu foco, mas isso não é um problema. O cara é foda demais.

Tremi de emoção, berrei com os personagens enquanto lia e se pudesse, leria a história mais algumas vezes para prestar mais atenção em alguns detalhes.

Leia a resenha de O Voo da Vespa

As Coisas que Fazemos por Amor

Autor(a): Kristin Hannah
Páginas: 352
Gênero: Romance
Editora: Editora Arqueiro
Compre As Coisas que Fazemos por Amor | Amazon | Saraiva

Sinopse: Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados. Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre. Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor. Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

Com dor no coração, coloco esse livro maravilhoso, inspirador e extremamente brilhante como o meu segundo livro favorito do ano. Apesar de ser um livro linear, no caso, estou dizendo que não existe um plot, ou seja, uma reviravolta inesperada, Kristin consegue trazer uma expectativa digna de um autor de suspense. A todo o momento você está lá, querendo saber o próximo passo, o próximo capítulo, o próximo acontecimento, o que vai acontecer na vida de cada personagem para acabar no final da história. Eu sabia de início, que não haveria uma reviravolta, mas tinha algo inexplicável que puxou a minha atenção até o livro.

Esta obra que é uma filosofia só me encantou do início ao fim. Gostaria de falar muito mais sobre ela, mas sei que isso não será possível. Entretanto, pedir para que mais pessoas conheçam a história não é impossível. De verdade, se você tiver a oportunidade, leia As Coisas que Fazemos por Amor, isso se você quiser embarcar em uma história profunda, cheia de sentimentos, de amor e de dor. Kristin consegue captar todo o sofrimento, emoção e felicidade que uma família pode ter, ela consegue botar à prova todas as questões que mais afligem a família em questão.

Leia a resenha de As Coisas que Fazemos por Amor

A Casa do Lago
Autor(a): Kate Morton
Páginas: 464
Gênero: Romance Policial
Editora: Editora Arqueiro
Compre A Casa do Lago | Submarino | Saraiva

Sinopse: A casa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre. Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros. A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.


Meu. Coração. Não. Está. Bem! Só tenho isso a constar em todos os momentos em que eu começo a falar sobre esse livro e, é por isso, que ele foi o meu livro favorito do ano! Muitas pessoas não gostaram, principalmente por acharem a leitura bem maçante no início, mas eu fiquei doidinha pela obra do início ao fim.

Imagine eu, uma fã de suspense e uma fã de história lendo um Romance Policial com uma pegada de Romance Histórico? Surtei totalmente! A história me deixou extremamente interessada e eu me senti como Watson. E eu amo me sentir assim, afinal, para quem não sabe, as histórias de Sherlock Holmes estão em meus livros favoritos de questões de detetives e mistérios. Enquanto eu lia o livro eu soltei vários "Não é possível!", "Aí Meu Deus!", "Sério?", "Oi?", "Como assim?" e por aí vai. Eu não acreditava em muitas coisas que iam acontecendo durante a história. Mas não se engane, o fato de eu achar tudo muito inacreditável não quer dizer que as coisas não faziam sentido. Na verdade, era exatamente essa a questão. Tudo fazia sentido até demais.

Uma das coisas que eu mais gostei foi a forma que a obra foi escrita. Enquanto a gente lê a história, que é narrada em terceira pessoa, com o ponto de vista da Sadie, a gente vai descobrindo algumas coisas ao mesmo tempo em que ela e, consequentemente, vai criando teorias junto a detetive. O próximo capítulo é a história no passado contando o acontecimento que a gente acabara de entender. Ou seja, além da gente ter descoberto e entendido finalmente uma parte de todas as ocorrências, a gente ainda tem a oportunidade de ler mais sobre o evento, mesmo que a Sadie não saiba exatamente o que aconteceu, você vai saber, e isso é o que torna o livro tão empolgante!

Se eu tenho uma dica para dar para vocês, pessoas que querem ler e que amam - assim como eu - solucionar os casos de detetives antes de a própria história te contar, já começam tirando a ideia de que com certeza vão descobrir tudo. Kate Morton é totalmente imprevisível e é com essa imprevisibilidade que ela vai ganhar seu coração de leitor. Mas ainda sim, se eu tenho uma dica de verdade, essa dica é olhar os mínimos detalhes, é tentar entender a história pelas entrelinhas, pelas frases que você vai achar que é sem importância. Eu te garanto que boa parte das respostas está ali.

Vou tirar uma parte da crítica do Reader's Digest para terminar. E vou fazer isso exatamente porque o comentário me representa demais. "Este livro nos faz lembrar por que amamos ler."

Leia a resenha de A Casa do Lago

Espero que esses livros tenham aberto suas mentes e ajudado pelo menos um pouquinho. Teve de tudo aqui, então tomara que eu tenha conseguido agradar vários gostos diferentes.

Falta exatamente uma semana para o Natal e, apesar de ter publicação no dia 25, eu já queria aproveitar a oportunidade e desejar para vocês um Feliz Natal enorme para cada uma das pessoinhas brilhantes com almas extremamente abertas para leitura. Vocês são incríveis, espero continuar contando com vocês por mais um ano!

Um beijo, paz no coraçãozinho de vocês e muita rabanada! ✩




16 comentários:

  1. Que blog tão bonito! adorei! ^_^
    E que ricas sugestões! Sou devoradora de livros e ainda não espreitei nenhum desses, que parecem mesmo interessantes! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Muito obrigada :) Eu também não li todos dessa lista, mas eles me conquistaram completamente!

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Ceci, adorei as dicas de presentes!!
    Quero muito ler o Natal de Poirot e amei As Coisas que Fazemos por Amor e A Casa do Lago! Nossa Música eu amei até o último capítulo e morri de raiva com o epílogo, mas faz parte hahaha.
    Parabéns pelo post!

    Beijinhos!
    Cami
    http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Cami!
      Espero que tenha ajudado.
      Sou 100% sua opinião haha Quero ler Poirot, amei os outros livros e quero esquecer o epílogo de Nossa Música.
      Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  3. Que lista MARAVILHOSA Cecília!!!
    Eu já li alguns, como Poirot que ao demais!!
    Mas alguns quero muito! Da dani atkins e anna e o beijo frances por exemplo :)
    Eu ficaria encantada com qualquer um desses de presente rsrsrs
    Quero ir na sua cidade pra conferir essa competição viu! Demais!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou!
      Sou louca para ler.
      Você vai amar, Vivi. É a leitura perfeita para você.
      Vish... Agora já acabou, mas em 2018 você precisa vir, pode se hospedar aqui em casa :)

      Beijos!

      Excluir
  4. Oiii Ceci.
    Que ótimas indicações. Sabe, sempre quis ler A Casa do Lago. Sou apaixonada pela premissa do livro, mas por algum motivo estranho nunca o li. Anna e O Beijo Francês acabei abandonando embora pretenda voltar.
    Amei o post Ceci.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jess!
      Fico feliz em saber que você gostou.
      Menina, vamos ler "A Casa do Lago" sim haha
      Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  5. Olá, tudo bom?
    Eu adorei as suas dicas, e eu gostaria de ganhar alguns livros desses aí hahahah Não faço tantas leituras natalinas mas o livro da Agatha eu tenho interesse.

    Beijos, Ally.
    Amor Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Aline!
      Te entendo completamente, eu mesma quero compartilhar essa lista com as pessoas daqui de casa haha
      Eu também não, mas estou tentando mudar isso e acho que a Agatha é uma boa aposta.

      Beijos!

      Excluir
  6. Oiie
    Que post incrível, adorei a indicação. COnfesso que sou louca pra ler o primeiro livro, o do Grinch. Estou lendo O natal de Poiror e estou adorando, acredito que a resenha sai amanhã. Já os demais, sou louca pra ler Nossa Música, Anna e o beijo francês e Voo da vespa, espero gostar bastante.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Bya!
      Muito obrigada, chuchu.
      Eu também! Sou apaixonada no filme, sempre assisto no dia 24 de Dezembro haha
      Vou ler sua resenha para saber se devo investir mesmo.
      Os três são ótimos, tente a leitura para 2018 :)

      Beijos!

      Excluir
  7. Esse natal não ganhei livros, mas fiquei curiosa com Ana e o beijo francês, acho que vou me presentear com ele. Mas amei a diversidade das indicações.. parede de me tentar que a lista pra 2018 tá monstra.. risos.. Beijos obrigada Elisabete Blog Pretenses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se presentei sim, faço isso todo Natal.
      Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  8. Oi, tudo bem ?

    Amei esta lista e achei seu post lindo ! A casa do lago , Como o Grinch Roubou o Natal, nossa música, Ana e o beijo francês...são dicas MARAVILHOSAS, já os outros não conhecia e amei saber um pouco deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!
      Ah, fico muito grata quando leio isso.
      Espero que tenha ajudado nas futuras leituras :)

      Beijos!

      Excluir