Amor em Manhattan | Resenha

12 de abr de 2018
Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?
Depois de muito tempo, finalmente estou aqui para uma resenha do primeiro Chick-Lit do blog!

Estou muito animada, pois é um gênero que eu sempre amei e estar trazendo ele para o blog me faz muito bem. Adoro compartilhar um pouquinho do meu universo com vocês, por isso, antes de começar tudo, acho válido apresentar o Chick-Lit como gênero literário. 

Imagine um romance lindo, cheio de amor, um clichê docinho que nós amamos. Imaginaram? Mas não pensem que é só isso. O Chick-Lit é um gênero de ficção dentro do universo feminino, abordando questões de mulheres modernas. Muito feminismo, poder, mulheres fortes, independentes e muito mais. É o gênero perfeito para você que quer embarcar em uma história de amor com uma heroína maravilhosa. 

E, nada melhor do que botar isso em prática com uma resenha de Amor em Manhattan. Não pretendia ler a obra, mas graças à parceria maravilhosa com a Editora Harlequin, essa preciosidade chegou a minhas mãos. 

Foi uma leitura sensacional, agradável e muito apaixonante. Li enquanto viajava para conhecer o Beto Carrero World e não me arrependo de ter lido nos únicos momentos de descanso que tive. Valeu cada segundo por cada página. 

Amor em Manhattan - Sarah Morgan

Sinopse: Calma, competente e organizada, Paige Walker adora um desafio. Depois de passar a infância em hospitais, ela quer mais do que tudo provar seu valor – e que lugar pode ser melhor para começar sua grande aventura do que Nova York? Mas quando ela perde seu emprego dos sonhos, Paige vai descobrir que o maior desafio será ser sua própria chefe! Só que abrir sua própria empresa de organização de eventos e concierge não é nada comparado a esconder sua paixonite por Jake Romano, o melhor amigo do seu irmão e o solteiro mais cobiçado de Manhattan. Mas quando Jake faz uma excelente proposta para a empresa de Paige, a química entre eles acaba se tornando incontrolável. Será que é possível convencer o homem que não confia em ninguém a apostar em um feliz para sempre? 


Foto: Cecília Justen

Páginas: 384 | Autor(a): Sarah Morgan | Editora: Editora Harlequin | Gênero: Romance (Chick-Lit) 
Série: Para Nova York, Com Amor #1

Use um batom novo, coloque sua blusa da sorte e eleve sua confiança, pois hoje é o dia em que Paige Walker será promovida! Provida a... Demissão. 

Quando Paige acordou, a última coisa que ela pensara era que aquele dia sua vida iria desandar. Ela tinha tudo o que queria e estava muito feliz com sua estabilidade no emprego de eventos. Trabalhou duro durante anos para mostrar sua capacidade e deixar claro aos seus familiares que ela conseguia sobreviver muito bem à loucura de Nova York. Entretanto, ao chegar ao Estrela Eventos com suas duas amigas, Eva e Frankie, sua vida passara de estável para muito (muito!) instável. Para piorar, a demissão não viera apenas para ela, mas também para suas amigas, e agora, se veem desamparadas. 

A noite que deveria ser de comemoração acabou virando a noite da dor. Felizmente elas têm Matt, irmão de Paige, para conforta-las, e também Jake... Infelizmente, para Paige. 

Jake, mais conhecido como: 1. Primeiro amor de Paige; 2. Primeiro fora de Paige; 3. O cara mais cobiçado de Manhattan; 4. Melhor amigo de Matt, irmão de Paige. 

Mesmo tendo superado a última confusão entre eles, Jake é a última pessoa em que Paige quer pensar naquele momento. Ela precisa e apoio, de carinho, de ajuda e de um grande suporte, mas Jake não daria isso para ela, não depois de tudo... Agora eles só brigam e não se falam mais como antes de tudo acontecer. 

Entretanto, a última pessoa pode ser a primeira. Jake Romano, o empresário mais famoso de Manhattan, decide abrir a boca para dar um conselho que pode ser realmente útil. Ele fala para as meninas criarem a sua própria empresa, afinal, que chefe seria melhor do que elas mesmas? Paige é perfeita em administração e organização, ela conseguiria montar os melhores eventos. Eva é maravilhosa na cozinha, poderia conseguir uma equipa sensacional. Frankie é a melhor floricultora que as meninas conhecem e, convenhamos, nada melhor do que um cenário de flores para decorar um evento. Elas tinham tudo isso em mãos, só precisavam de ajuda de Matt e Jake para que tudo funcionasse. 

"- Ah… - O constrangimento queimava nela como ácido em metal. Estar perto dele fazia Paige se sentir uma adolescente confusa e desajeitada, cheia de hormônios e nenhuma finesse. - Eu já disse. Não achei que ia precisar de plano B. Estava concentrada na minha promoção. Você tem um plano B?
- Sempre. - Os olhares deles se encontraram. - Precisa relaxar. Você é muito controladora. Planeja sua vida passo a passo, mas às vezes precisa deixar ela acontecer por si própria. Toda mudança preocupa e dá medo, mas você precisa superar isso. Assuma os riscos. Eles podem ser divertidos."

Todavia, as coisas não são tão fáceis assim. Desde quando começar uma empresa do zero pode ser tranquilo? Mesmo tentando e fazendo contatos com diversas pessoas importantes, Paige não consegue um evento, até que... Jake decide fazer um evento, não um pequeno evento, mas sim um que as pessoas falem sobre ele durante meses. E ele acredita na Gênio Urbano, empresa das meninas, ele sabe que ninguém seria melhor para deixar aquela festa marcada. Mas isso significaria se aproximar de Paige, e Jake, mesmo tendo desejos, não consegue esquecer a promessa que fizera para o melhor amigo quando conhecera Paige, ele ficaria longe dela. Porém, a ajuda é necessária, e eles são profissionais, precisam agir assim. Mas talvez, essa aproximação pode colocar os dois em situações perigosas aonde não existirá volta. 

"- O amor é um presente, Jake. O mais importante e valioso que existe. Você não pode comprar, fabricar sob demanda, ligar e desligar. Deve ser dado gratuitamente e é isso o que o torna tão precioso. É isso que estou oferecendo para você."

Imagine uma pessoa apaixonada e extremamente feliz com uma história. Eu sou essa pessoa! Fazia tempo que não saia de uma história e ficava querendo mais, sentindo mais, desejando mais. Amor em Manhattan é o meu primeiro contato com a Sarah Morgan e não vejo a hora de abraçar mais livros da autora, principalmente se for dessa série. 

Quem me conhece sabe que eu sonho no dia em que estarei andando pelas ruas de Nova York, essa minha paixão idealizada pela cidade me faz investir em diversos livros com esse lugar como plano de fundo. Inclusive, preciso falar com vocês sobre Paris Versus New York, prometo que será em breve. 

Voltando ao livro, como uma apaixonada na Big Apple, posso dizer que esse livro tem um cenário perfeito, apaixonante, cativante e muito movimentado. Tem o quê nova-iorquino que todos nós precisamos para nos aquecermos nos dias mais tristes e chuvosos.

"- Vê se dorme e tenha sonhos safados.
- Acho que você quis dizer “bons sonhos”.
- Não. Esses daí são chatos. Os safados são bem melhores."

É real, preciso confessar, essa obra ganha uns pontos a mais por se passar em uma das minhas cidades favoritas (aproveitando, se alguém souber de algum livro bom que se passe em Dublin, pode falar que eu estou procurando), mas tem muito mais encanto por parte da história em si.

É um perfeito Chick-Lit então temos personagens femininas fortes e que lutam por seus sonhos, não deixando se abalar por homens e por seus medos. Paige quer crescer, quer fazer sua empresa dar certo e quer ajudar suas amigas, então não vai ser o passado com Jake que vai atrapalhar o desenvolvimento disso. Falando em passado, vocês vão precisar ler o livro para descobrir mais!

Paige é forte, corajosa e não se deixa abalar por outras pessoas. Ela é a heroína perfeita do Chick-Lit, é a feminista que gostamos de ler, é a personagem que admiramos, e possui amigas sensacionais. O grupo da Gênio Urbano é o grupo que você irá querer fazer parte. Eva, Paige e Frankie são melhores amigas desde sempre, e ler sobre essa amizade não é chato, é uma das partes mais divertidas do livro, na verdade.

Vi-me como uma mistura de Frankie (a pessoa sensata que não acredita em amor) e Eva (a personagem apaixonada e extremamente sonhadora). As duas estão muito distantes uma das outras em relação à personalidade, mas eu acho que isso as faz parecer tão unidas e perfeitas como amigas. Estou louca para ler a continuação da série e ler mais sobre essas duas, já imagino quem serão os mocinhos e só de pensar meu coração já pula de felicidade.

Falando sobre mocinho... Ah, Jake Romano! Que homem, meu Deus! 
Imagine o cara que é pura testosterona, que tem tudo o que precisa para ser extremamente sexy, esse cara é o Jake. Entretanto, não ache que ele seja um babaca, ele é um amor de pessoa! Ok, ele fala um pouco mais do que deveria, mas isso só deixa as coisas mais engraçadas. Ele, na verdade, é um fofo que esconde seu amor por Paige porque não a quer magoar. O passado de Jake é triste, principalmente tratando do lado materno, e isso o faz não confiar em ninguém, ele tem mulheres de uma só noite por isso, estar com alguém, amar alguém, parece algo tão abstrato por causa do seu passado. E, mesmo achando que Paige acende uma chama, ele não a quer ver sofrer, pois ela também teve um passado complicado quando era criança e vivia em hospitais para cuidar de seu problema no coração. 

Os dois tem tudo para ficar juntos, mas existe o medo, e eles precisam superar ele.

"- Quando você não tem escolha, não se trata de coragem."

Fiquei realmente apaixonada e, por ser uma leitura curta, rápida e leve, pretendo ler novamente. Foi uma experiência muito legal, pois como estava viajado, foi como ter aqueles personagens comigo, vivendo emoções e se divertindo. Adoro essa sensação que um livro pode nos trazer, eles são uma extensão de quem somos. Sentimos com eles, o que é tão bom, quero muito (muito!) continuar desvendando Sarah Morgan. 

Falando na autora, que escrita deliciosa! É um clichê, sabemos o que vai acontecer e, ficamos ansiosos para isso mesmo sabendo. Ela conduz a história de forma magnífica nos deixando cheios de suspiros pelo casal. Li muitos comentários ruins sobre a autora e o início lento, mas achei tudo perfeito, no ponto certo. Os dois demoram a ficar juntos, o final foi meio corrido, mas até que as coisas foram funcionando e eu fui me apaixonando igual a Eva (aquele Ser sonhador que babou pelo casal como eu). 

"- Magoar-se faz parte da vida. Não é possível viver por inteiro sem se magoar em algum momento. A gente tem que viver com coragem."

Encantado, apaixonante e forte. Um Chick-Lit que é maravilhoso. Heroína poderosa, mocinho apaixonante, personagens secundários divertidos e muito amor com muita luta também. Fiquei suspirando pelos detalhes e pela obra de Sarah Morgan. Quero conhecer mais dela e mais desses personagens que, infelizmente, precisei dizer "Adeus" quando virei a última página. 

Fico feliz em ter dado oportunidade à Amor em Manhattan. Saí dessa leitura mais apaixonada pelo lugar e muito (muito!) fascinada com a história. Espero que todos possam aproveitar essa leitura como eu. 

"- O seu é o limite. Se ele estiver longe demais, coloque saltos mais altos."

Nota: 5/5 ♥ 
*Livro cedido em parceria com a Editora Harlequin*

Compre Amor em Manhattan | Amazon | Saraiva











Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

10 comentários:

  1. Oie!!

    Amei a resenha!! Eu adoro um Chick-Lit, principalmente depois de uma leitura mais tensa.
    A capa desse livro é maravilhosa e a história apaixonante, deu até saudade dos personagens agora, rs. Fiquei fã da autora.
    Traga mais resenha de chick-lit!!! Adorei!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Fê!

      Eu amo o gênero e acredito que seja um dos melhores!
      A capa é tão linda quanto a história.
      Pode deixar, em breve teremos mais!
      Obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Oiii Cecília, amei tua resenha. Estou mega interessada nessa leitura, também amo chick lits justamente por ser aquela leitura leve, fofa, fluida e com muitos sorrisos e suspiros. Fiquei super animada para conhecer Paige e Jake <3

    Quero para ontem!!!
    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Elo!

      O gênero vem me encantando cada vez mais, se você também gosta, dê uma chance.
      Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  3. Amigaaa eu queroooooooo
    Me lembrou muito a série quarteto de noivas da Nora Roberts, e eu amo essa série.
    Amor, amizade e sucesso profissional em meio a muitas confusões, é formula de sucesso!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Vivi!

      Ahhhh!
      Eu sou louca para ler essa série!
      Sim, você vai amar :)

      Beijos!

      Excluir
  4. Cecília! Que resenha mais fofa e incrível *-* Pude sentir como você gostou desse livro através de cada linha, porque descreveu a história com muita emoção. Eu adoro um bom chick-lit e confesso que já estava de olho neste, mas agora você me deixou empolgada de verdade para conferir essa história. Parabéns pela resenha, amei <3

    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Gisele!

      Que bom que consegui passar os meus sentimentos pela obra, fico feliz em ler isso.
      Lê sim, você vai amar!
      Muito obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  5. Uhuuu!Primeiro Chick-lit do blog hein!
    Eu gosto desse gênero, essa capa me lembrou os livros da Jojo.
    Ah, e eu já quero conhecer esse casal fofo, por isso vou anotar aqui, bjus, sua resenha está show de bola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim haha
      O gênero é lindo.
      Ahhh Jojo <3
      Obrigada!

      Beijos!

      Excluir